Profile Main Image

Leon Diniz

Resumão: MagicFest Tampa Bay

Arclight Phoenix é tudo o que alguém tinha em mente quando entrou no evento principal do Magicfest Tampa Bay, e o pássaro não decepcionou - quatro cópias avançaram para o Top 8.

MagicFest Tampa Bay ocorreu do dia 15 ao 17 de março na harmoniosa cidade de Tampa, Flórida, Estados Unidos. Arclight Phoenix é tudo o que alguém tinha em mente quando entrou no evento principal do Magicfest Tampa Bay, e o pássaro não decepcionou - quatro cópias avançaram para o Top 8. [image](https://magic.wizards.com/sites/mtg/files/Event-Types-MagicFest-Header.jpg) Antes do MagicFest Tampa Bay começar, tivemos a revelação de Tobi Henke. Ele juntou muitos dados de partidas do GP Los Angeles em uma [link](https://docs.google.com/spreadsheets/d/1D6Zf-j-slz4ZZNwGyvHzqHw2w40xiDTX8QHbR9XTL8k/edit?usp=sharing)(planilha no Google Planilhas). Dê uma olhada na planilha dele, tem resultados de diversos matchs, *mais de 5500 partidas*(apesar de a tabela ter 11000 linhas, são 5500 partidas pelo motivo que ele conta duas vezes cada partida: na visão de cada deck jogando)! Foi uma informação bem relevante para quem estava indo ao Magic Fest devido ao fato dele representar o metagame de um torneio grande, que, por questões humanas, ele é muito diferente do metagame do MTGO ou dos top 8 em geral. Para se ter uma ideia: - Izzet Phoenix representou 14% das partidas no GP Los Angeles (20% se contar com Mono-red Phoenix) - Green Tron representou 10% das partidas - Burn 10% - Death shadow 8% - Dredge 8% E a lista segue em ordem decrescente. Note que em um evento grande como um Magic Fest não se vê o metagame como aprensetado na [link](https://cardsrealm.com/metagame/modern)(Cards Realm) ou como no MTGTOP 8. O Metagame acaba tendo uma hegemonia de um deck que seria a aposta da vez, seguidos de decks baratos (burn e dredge) ou já conhecidos no formato (Tron). Ainda não temos os dados do dia 1 do Magic Fest Tampa Bay, mas espera-se algo similar. Principalmente devido à surpresa de vermos quase 20% do metagame ser formado por Izzet Phoenix. [image](https://pbs.twimg.com/media/D1376fSWwAA0UIO.png:large) Os 20% acabaram se tornando 50%, por que metade do TOP 8 foi representado pelo Izzet Phoenix. Vamos ao TOP 8. *Oitavo lugar* [deck](4762) *Sétimo lugar* [deck](4761) *Sexto lugar* [deck](4759) *Quinto lugar* [deck](4760) *Quarto lugar* [deck](4764) *Terceiro lugar* [deck](4763) *Segundo lugar* [deck](4766) Mas nenhum conseguiu resistir a Roshen Eapen, que chegou a Tampa poucas semanas depois de fazer as semifinais no Grand Prix. [deck](4765) [image](https://pbs.twimg.com/media/D15SIOSWwAUDAwG.jpg) Nada parou Eapen: ele escolheu *jogar na draw* contra todos os baralhos de Phoenix, uma escolha rebelde que prova que a sabedoria convencional nem sempre é tão sábia. Com seu baralho ostentando bastante descarte, tudo o que Eapen queria fazer era manter os jogadores de Phoenix com poucas cartas para evitar que os pássaros no cemitério voltassem ao campo de batalha. Funcionou como um encanto e, como resultado, Eapen irá adicionar um título de GP e um troféu à sua crescente lista de conquistas.

Compartilhe:

Profile Main Image

Leon Diniz

Programador do site da Cards Realm. O Magic vai muito além das cartas. Somos pessoas, uma comunidade enorme.

Social: YoutubeInstagramTwitter

Profile Main Image

Julio Porto

Entrevista com Carlos Romão


Traduzimos a entrevista de [link](http://pros.hareruyamtg.com/player/carlos-romao/?lang=en)(Carlos Romão) com a Wizards of the Coast: “”” Carlos Romão sabe como é jogar Magic nos níveis mais altos - afinal, ele é um ex-campeão mundial - e está preparado para os testes, a intensidade, a pressão que vem de jogar nos níveis mais altos do jogo. Quando ele olha para o Mythic Invitational e o Magic Pro League, ele tem pelo menos uma ideia do que esperar. O que ele não poderia ter preparado era o canto. *"Sempre deixo minha noiva louca quando canto no carro, mas não fazia ideia de que era algo que as pessoas do meu fluxo gostariam"*, admitiu ele com uma risada.* "Mas um dia uma música veio e eu comecei a cantarolar e cantar sem nem pensar nisso, e agora o stream adora e me pede para cantar o tempo todo. Eu não esperava isso."* Streaming é um novo desafio para Romão, mas tem sido um ajuste natural para o brasileiro, que joga o Magic competitivo há 20 anos e venceu o Mundial em 2002. Desde que começou o streaming ao assinar seu contrato de MPL, ele se tornou mais confortável e números cresceram. [image](https://media.wizards.com/2016/events/ptkld/sf_romao.jpg) *"Eu nem esperava curtir o streaming, mas a recepção foi incrível"*, explicou ele. *"Mas eu comecei a me divertir com isso, e agora todos os dias estou animado para começar."* Mas não é a única mudança que a Magic Pro League fez na vida de Romão. Ciente de quão grande é a oportunidade à sua frente com o Mythic Invitational de um milhão de dólares na PAX East e o MPL a seguir, Romão percebeu que, para ter sucesso no reino do esports, ele precisará de mais do que apenas jogos no ARENA. *"Vai ser um monte de viagens e será fisicamente desafiador para mim"*, confessou o imponente Romão. *"Você tem que ser saudável para se apresentar em alto nível, e essa é uma das coisas que eu tenho trabalhado. Estou perdendo peso e trabalhando e comecei a conversar com um psicólogo esportivo para ajudar a aprender como lidar com as coisas melhor mentalmente. Realmente, eu estou apenas tentando ser um profissional, é um novo mundo, e eu quero me encaixar. "* Romão se encontrará em casa no Invitational, onde ele e os outros 31 membros do MPL enfrentarão 32 adversários da comunidade. A premiação pode ganhar as manchetes, mas Romão a considera muito mais do que apenas uma chance de um grande pagamento. [image](https://media.wizards.com/2019/images/daily/CG20190315_Ramao.jpg) *"As pessoas não percebem o quão grande este torneio e o MPL serão para o Magic, e este é o primeiro passo"*, disse ele. *"Este é o ano para estabelecer o jogo, e será recompensado no futuro. Quero mostrar ao mundo do esports o que podemos fazer."* *"Estou tão empolgado com o Invitational que quase esqueci que havia um Mythic Championship em Cleveland"*, brincou Romão.* "O dinheiro do prêmio é escandaloso - é dinheiro que muda a vida - e vai ser um inferno de um show."* Quanto a como esse dinheiro poderia mudar sua própria vida se ele vencesse, Romão não considerou completamente isso. Mas ele conhece um luxo que ele se permitirá se isso acontecer. *"Vamos apenas dizer que eu definitivamente vou estar voando em classe executiva para o resto do ano"*, disse ele com um sorriso. “”” Quer acompanhar o Romão Jabaiano cantando no Twitch? [link](https://m.twitch.tv/cadu_romao/profile)(Visite o canal dele aqui)! *Referências* [link](https://magic.wizards.com/en/articles/archive/competitive-gaming/romão-playing-his-own-tune-2019-03-14)(Wizards of the Coast)

Compartilhe:

Profile Main Image

Julio Porto

Ilustrador/Designer da Cards Realm. Jogo Magic desde os 11 anos de idade, quando comecei com o deck de iniciante da sétima edição que vinha com os saudosos Orgg Treinado e Vizzerdrix (que eu achava poderosíssimos!! Hahaha). Venho aqui apenas jogar aquela conversa boa e novidades do Magic.

Social: Instagram