Profile Main Image

MTG on Budget

Budgetzando Standard – Flash of Ferocity

Não conseguiu comprar os Challenger Decks 2020? Quer melhora-los? Prefere uma opção mais acessível? Vamos falar sobre eles.

Pra iniciar essa serie sobre os Challenger Decks 2020 vamos falar sobre uma das estratégias (entre elas) que eu tenho mais afinidade: [deck](31834) O Flash of Ferocity é um deck tempo que utiliza a estratégia conhecida como draw go, onde no nosso turno iremos comprar, jogar o terreno do turno e passar a vez, deixando para interagir no turno do oponente respondendo suas magicas, ou baixando nossas ameaças no final do turno dele. O principal a se melhorar no deck é a base de mana, trocando as life lands por shock lands (ganhando assim velocidade nas jogadas), além de aumentarmos a quantidade de templos (para ajudar a filtrar o deck) e da [card](Fabled Passage) para filtrar melhor nossa base de mana. Apesar da boa sinergia, não utilizamos o [card](Wavebreak Hippocamp) liberando espaço para mais copias do [card]( Brazen Borrower // Petty Theft) Ou seja, para quem quiser melhorar o deck, aconselho essa lista: [deck](35146) Agora, caso você não tenha conseguido adquirir o Challenger Decks 2020, queira uma versão um pouco mais acessível, vamos então budgetizar o Flash of Ferocity: Para darmos inicios, um dos pontos fortes do deck e sempre ter respostas as cartas do oponente, e para isso contamos com as seguintes cartas: Iremos manter as 4 cópias de [card](Quench), instantânea que custa um mana azul e um genérico anula a magica alvo a menos que seu controlador pague 2, sendo uma ótima opção no early game, podendo ser útil até no late game. Iremos aumentar de 2 para 4 cópias de [card](Sinister Sabotage), instantânea que custa dois manas azuis e um genérico que anula a magica alvo sem restrições e além disso ainda nos fazer vigiar 1 (olhar a carta do topo do nosso grimório e decidir se ela vai continuar no topo ou se a colocamos no cemitério). Mantemos também as 2 cópias de [card](Thassa's Intervention) instantânea que custa dois manas azuis e X genéricos que nos faz escolher entre olhar as X cartas do topo do nosso grimório e colocar até duas delas na nossa mão e o resto no fundo do grimório em ordem aleatória (sendo uma ótima opção para reabastecer a mão) ou anular a magica alvo a menos que seu controlador pague duas vezes o valor de X. Iremos manter também as 4 cópias de [card](Frilled Mystic), criaturas 3/2 com lampejo por dois manas verdes de dois azuis que ao entrar em campo permite anular a magica alvo. Ainda no pensamento de controle, mantemos as 2 cópias de [card](Unsummon), instantânea que custa apenas um mana azul que devolve a criatura para a mão de seu dono. Podemos usa-la para nos livrarmos de uma criatura que não fomos capazes de dar conta ao entrar ou que não apresentava ameaça de inicio ou simplesmente podemos salvar uma criatura nossa. Iremos remover todas as copias de [card](Brazen Borrower // Petty Theft), que pode ser usado com bounce nas criaturas do oponente (assim como unsummon) e/ou ser usado como uma criatura 3/1 com voar que só pode bloquear criaturas voadoras. E falando nas nossas criaturas, temos as nossas ameaças: Temos as 4 cópias de [card](Brineborn Cutthroat), criatura 2/1 com lampejo por um mana azul e um genérico que ira receber um marcador +1/+1 sempre que jogarmos uma magica no turno do oponente (e como a ideia do deck é só jogar magicas no turno do oponente, ele costuma crescer bem rápido). Mantemos também as 4 cópias de [card](Wildborn Preserver), criatura 2/2 por um mana verde e um genérico com lampejo e alcance que permite que paguemos X manas genéricos sempre que outra criatura que não seja do tipo humano entrar em campo sob nosso controle e se fizermos isso Wildborn Preserver ira receber X marcadores +1/+1. Iremos manter também as 4 cópias de [card](Nightpack Ambusher), criatura 4/4 com lampejo por dois manas verdes e dois genéricos que concede +1/+1 para os outros lobos e lobisomens que controlamos. Além disso, no inicio da nossa etapa final, se não tivermos conjurado nenhuma magica neste turno ele ira criar uma ficha de lobo 2/2. O deck ainda conta com alguns suportes: Mantemos as 4 cópias de [card](Opt), instantânea por um mana azul que permite usar vidência 1 (olhar a carta do topo do nosso grimório e decidir se ela vai ficar no topo ou no fundo) e em seguida comprar uma carta. E iremos manter também as 4 cópias de [card](Spectral Sailor), criatura 1/1 com lampejo e voar por apenas um mana azul que nos permite comprar uma carta ao custo de um mana azul e três genéricos (sendo uma ótima opção de reabastecer nossa mão no late game). Mantemos também as 4 cópias de [card](Castle Vantress), terreno que entra virado a menos que controlemos uma ilha e pode ser virado para adicionar mana azul ou ser virado ao custo de dois manas azuis e dois genéricos para usarmos vidência 2, o que ajuda muito a filtrar o nosso deck no late game e encontrar respostas contra o oponente ou ameaças se o jogo estiver sob controle. E pra finalizar temos nossa base de mana: Iremos remover todas as cópias de [card](Breeding Pool). Diminuímos de 4 para 2 cópias de [card](Temple of Mystery), terreno que entra virado e ao entrar ainda nos permite usar vidência 1, e pode ser virado para gerar mana verde ou azul. Aumentamos de 6 para 9 as cópias de [card](Forest) assim com as [card](Island). E encerramos trocando a 2 cópias de [card](Fabled Passage) por [card](Evolving Wilds), terrenos que podem ser virados e sacrificados para procurar por um terreno básico no grimório e colocar em campo virado, com a diferença que a primeira, caso se controlarmos 4 ou mais terrenos o que acabou de entrar será desvirado (não atrasando nossa base de mana no late game). E com essas alterações chegamos a seguinte lista: [deck](35147) Em resumo, temos um deck bem reativo sendo capaz de impedir as principais jogadas do oponente, aproveitamos as brechas para encaixar nossas criaturas, e tentamos manter a mão abastecida. Espero que tenham gostado e até a próxima.

Compartilhe:

Profile Main Image

MTG on Budget

On Budget

Social: FacebookYoutubeInstagram

User profile image
Profile Main Image

Leon Diniz

Reembolso sobre o MagicFest São Paulo: airbnb, evento e passagem


Força maior é um conceito clássico do Direito presente nas [link](https://www.senado.leg.br/atividade/const/con1988/con1988_06.06.2017/CON1988.asp)(legislações jurídicas atuais). Quando fatos externos, independentes da vontade humana, impedem o cumprimento das obrigações, você está amparado por motivos de força maior. Esses fatos externos podem ser: ordem de autoridades, fenômenos naturais e ocorrências políticas. A recente epidemia de coronavírus (COVID-19) em São Paulo, é motivo suficiente de força maior para que eventos sejam cancelados. Também é motivo o suficiente para que jogadores possam cancelar suas viagens para a cidade. Os jogadores que cancelarem suas viagens estão amparados pelo código brasileiro, podendo receber 100% de reembolso. O reembolso pode ser negociado, vindo em forma de crédito ou estorno no cartão. Diversas companhias estão reembolsando ou dando créditos ao consumidor que podem ser usados em até 1 ano para outras viagens. As passagens que estavam elegíveis para reembolso eram apenas aquelas para europa, mas devido as [link](https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2020/03/13/interna-brasil,834164/doria-suspende-aulas-e-recomenda-cancelar-eventos-acima-de-500-pessoas.shtml)(últimas declarações do governador de São Paulo), diversas viagens para São Paulo também estão elegíveis agora. *Passagens* A orientação que é dada é que façam a comunicação à companhia aérea ou rodoviária com a maior antecedência possível em relação à data de embarque. Essa comunicação deve ser registrada via protocolo ou meio eletrônico. Caso tenha comprado por uma empresa intermediária (e-destinos por exemplo), comunique-se com a empresa e não a companhia aérea. As companhias aéreas nacionais ainda não estão disponibilizando reembolso ou crédito integral sem taxas em razão do Coronavírus. Assim, para voos confirmados as solicitações de alterações serão realizadas de acordo com as regras tarifárias previstas. Esse cenário pode mudar a qualquer momento por isso é necessário todos exigirem seus direitos. *Airbnb* Nesse exato momento todas as estadias entre 14 de março e 14 de abril estão elegíveis para reembolso. [link](https://www.airbnb.com.br/help/article/2701/a-pol%C3%ADtica-de-causas-de-for%C3%A7a-maior-e-o-coronav%C3%ADrus-covid19)(A política de reembolso da Airbnb se encontra aqui). Caso tenha cancelado antes dessa nova política da empresa, recomendo enviar um e-mail comunicando que o cancelamento foi devido ao coronavírus. *Booking.com* O booking.com atualiza constantemente [link](https://partner.booking.com/en-gb/help/legal-security/important-information-regarding-coronavirus)(este link) para cancelamento de reservas devido a Força Maior. O Brasil ainda não está incluso, mas a lista de países está enorme e provavelmente o Brasil fará parte dela esta semana. Fique de olho na lista para poder cancelar com 100% de reembolso. *Outras empresas* De forma geral, recomenda-se enviar um email ou ligar para a empresa informando que não está viajando devido a Força Maior. Caso a empresa não mude sua opinião, recomendamos relatar o acontecimento em plataformas públicas como o [link](https://www.reclameaqui.com.br/)(Reclame aqui).

Compartilhe:

Profile Main Image

Leon Diniz

Programador do site da Cards Realm. O Magic vai muito além das cartas. Somos pessoas, uma comunidade enorme.

Social: YoutubeInstagramTwitter