Profile Main Image

MTG on Budget

Budgetzando Pioneer – Mono-Red Aggro

Vamos mudar um pouco de formato com arquétipo forte, presente em diversos formatos: o Mono-Red Aggro.

Olá jogadores e jogadoras vamos a série budgetizando, onde nós pegamos uma lista de um deck forte no metagame e fazemos uma lista mais acessível, porém ainda boa. Vamos sair um pouco do Standard e ir para um formato que está em ascensão, o Pioneer. [deck](19535) O deck conta com diversas criaturas de custo baixo para iniciar agredindo o oponente desde os primeiros turnos: Iremos manter as 4 cópias de [card](Bomat Courier) criatura artefato 1/1 com ímpeto por apenas uma mana que irá exilar a carta do topo do nosso grimório sempre que atacar. E a qualquer momento podemos pagar uma mana vermelho para sacrificá-lo, se fizermos isso descartamos nossa mão e em seguida colocamos todas as cartas exiladas por ele na nossa mão. Temos também as 4 cópias de [card](Ghitu Lavarunner) criatura que enquanto tivermos duas ou mais instantâneas e/ou feitiços no cemitério ele ira receber +1/+0 e ímpeto. Mantemos também as 4 cópias de [card](Monastery Swiftspear) criatura 1/2 com ímpeto que ira receber +1/+1 até o final do turno sempre que jogarmos uma mágica que não seja de criatura. Mantemos as 4 cópais de [card](Soul-Scar Mage) outra criatura que também recebe +1/+1 até o final do turno sempre que jogarmos uma magica que não seja de criatura. E como se não fosse pouco sem que uma fonte que controlamos causar dano que não seja de combate a uma criatura de um de algum oponente o dano será causado em forma de marcador -1/-1, podendo lidar com criatura indestrutíveis ou simplesmente diminuir a força de criaturas grandes. Contamos com apenas 1 cópia de [card](Hazoret the Fervent) criatura lendária que indestrutível com ímpeto que só pode atacar ou bloquear se você tiver uma ou menos cartas na mão. E ao custo de um mana vermelho e dois genéricos e descartar uma carta para causar 2 de dano a cada oponente. Apesar de termos acesso a [card](Eidolon of the Great Revel) uma ótima carta para a estratégia, para a versão budget trocamos as 4 cópias por [card](Ash Zealot), uma criatura 2/2 com ímpeto e iniciativa e além disso sempre que um jogador conjurar uma magica do cemitério ira causar 3 de dano aquele jogador, ou seja, contra algumas estratégias ajuda a causar mais dano. Além das criaturas, temos os burns que servem tanto de remoção, como podem ser usados para acabar mais rapidamente com a vida do oponente, tudo depende de cada partida: Iremos manter as 4 cópias de [card](Wild Slash) que por apenas um mana ira causar dois de dano a qualquer alvo, e se ao jogarmos ele tivermos uma criatura com poder 4 ou maior nenhum dano poderá ser prevenido neste turno. Mantemos também as 4 cópias de [card](Lightning Strike) que ira causar três de dano a qualquer alvo, simples assim. Contamos também com as 4 cópias de [card](Wizard's Lightning) que ira causar 3 de dano a qualquer alvo por três manas, porém se tivermos um mano em campo podemos jogar esta magica por apenas um vermelho. *E para recuperar o gás da partida, temos:* Iremos manter as 4 cópias de [card](Light Up the Stage) que por três manas ira exilar as duas cartas do topo do nosso grimório permitindo que a joguemos até o final do próximo turno. Além disso se algum oponente perdeu vida no turno que a conjurarmos, podemos joga-la por apenas um mana vermelho. E pra fechar as magicas, [card](Smuggler's Copter) é uma cara ótima, porém para manter o deck budget iremos trocas as 4 cópias por [card](The Flame of Keld) que ao entrar em campo nos fara descartar a mão, o que normalmente estará vazia ou com poucas cartas. Na próxima etapa de compra nos iremos comprar duas cartas adicionais. E na etapa de compra seguinte The Flame of Keld e as fontes vermelhas que controlamos, sejam criaturas ou magicas, irão causar 2 de dano a mais até o final do turno. Ou seja, além de ajudar a reabastecer nossa mão ainda ajudar a finalizar o jogo. *Na base de mana nós temos:* 1 cópia de [card](Castle Embereth) que ira entrar virado a menos que controlemos uma montanha. Ele pode ser virado para gerar um mana vermelho ou ser virado ao custo de dois manas vermelhos e um genérico para conceder +1/+0 para as nossas criaturas. Mantemos também as 4 cópias de [card](Ramunap Ruins) que pode ser virado para adicionar um mana incolor ou ser virado ao custo de um ponto de vida para adicionar um mana vermelho ou pode ser virado ao custo dois manas vermelhos e dois genéricos além de sacrificar um deserto para causar dois pontos de dano a cada oponente. E pra completar a lista usamos 14 [card](Mountain). Como resultado final e sem precisar de muitas alterações chegamos a seguinte lista: [deck](19536) Em resumo, o deck consegue ser bem explosivo no early game com criaturas de baixo custo, e como algumas ficam mais fortes graças a destreza e o terreno [card](Castle Embereth), além da [card](The Flame of Keld) que pode ser usada para finalizar o jogo com o dano extra. Espero que tenham gostado e até a próxima.

Compartilhe:

Profile Main Image

MTG on Budget

On Budget

Social: FacebookYoutubeInstagram

User profile image
Profile Main Image

Atog de Toga

Como organizar sua coleção de TCG


*Como organizar grandes coleções na visão de um jogador de commander? * A maioria dos jogadores de Magic costuma iniciar no hobby com uma coleção modesta de cards. Porém, conforme o tempo vai passando e a coleção vai crescendo, começa a ficar cada vez mais complicado achar aquela carta comum, que você sabe que tem, e que vai encaixar perfeitamente no seu novo deck! Já cansei de ver gente comprando carta que já possuía porque pagar R$0,30 parece ser mais fácil do que encontrar a mesma em casa! Se você é novo no hobby, talvez ainda não tenha enfrentado este problema, mas provavelmente conhece gente que já enfrentou. Não importa se seu objetivo é jogar, trocar ou apreciar alguma arte. O ideal é que seja fácil de encontrar uma determinada carta que você sabe que possui. Nossa intenção com este artigo é dar dicas de como organizar seu deck, de modo a melhorar e agilizar sua experiência ao buscar alguma carta em sua coleção. Note que esta é apenas uma sugestão baseada em nossas experiências, e não um conjunto de regras rígidas. Não precisam ser seguidas cegamente, mas sim adaptadas a cada objetivo. *Formas de armazenar cards* Antes de chegarmos ao “como” organizar as cartas, temos que saber “onde” elas serão colocadas. Lá para a década de 90, a forma disponível para armazenamento de cartas era utilizar caixas de sapato ou de sabonete. Com o crescimento e a popularização de Magic, surgiu uma grande variedade de produtos que te fornece algum tipo de repositório prático e com uma arte bacana para guardar sua coleção. Exemplos não faltam: caixas de prerelease, deckbox de commander, caixas de bundle (antigos fatpacks) etc. Para minha organização, utilizo algumas caixas específicas compradas em papelaria, mas as mesmas podem facilmente ser substituídas por qualquer caixa de seu interesse que acomodem bem as cartas. Para a organização da minha coleção, uso os seguintes repositórios: - Caixas de papelão nas dimensões 25 x 35 x12 • Divisória de fileiras de cartas feita de papelão manualmente; • Divisória de tipos de cartas de Holiday Gift Box ou feitas de papelão manualmente; - Fichários Estas caixas foram compradas em papelaria, e são particularmente úteis, pois tem um espaço que permite - com conforto, mas sem tanta folga - organizar 3 fileiras de cards, como pode ser observado na imagem abaixo. [image](https://cardsrealm.com/images/uploads/1574301828.jpg) Existem à venda diversas caixas criadas especificamente para armazenamento de coleções de cards que são, inclusive, muito utilizadas por lojas em geral. Estas provavelmente são opções mais adequadas do que as que uso. Abaixo podem ser vistos alguns exemplos. [image](https://cardsrealm.com/images/uploads/1574302876.jpg) Já sobre os fichários, tenho preferência por aqueles com folhas removíveis, para facilitar a arrumação conforme a coleção vai crescendo. Uso os fichários de folha fixa apenas para cards que estão para troca, pois são mais resistentes para serem levados de um local para outro. Abaixo, temos um exemplo de fichário customizável, que permite adição de novas folhas ao lado de um fichário de folha fixa, usado para transporte de cards. [image](https://cardsrealm.com/images/uploads/1574302890.jpg) *Por onde começar?* É consenso que o ideal é começar juntando todas as suas cartas em um mesmo local. Você não vai querer organizar 5000 cartas só para descobrir que esqueceu de 300 em uma gaveta, e que vai ter que mexer de novo nas que já estavam organizadas, não é? Dependendo do tamanho da sua coleção, o ideal é que este local possa permanecer ocupado pelas cartas enquanto durar a organização. Uma vez que se certifique de que os cards estão todos juntos no mesmo local, a separação pode ser iniciada. Existem muitas conversas em fóruns sugerindo que se inicie separando por edição. Talvez, para estoques de lojistas, tal separação faça sentido. Mas, para quem tem como principal objetivo montar decks, isso pode acabar atrapalhando mais do que ajudando. Afinal, geralmente, se você precisa de um Raio, tanto faz a edição dele, certo? O ideal para montagem de decks é que cards iguais fiquem todos juntos. Sempre que estou realizando a separação de cards e encontro uma rara, mítica rara, ou staple bem bacana - que sei que terei interesse em usar (Estudo Rístico, por exemplo) - deixo numa pilha à parte, para colocá-las em fichários. As outras, comuns e incomuns, provavelmente ficarão em caixas. &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp; A ordem de separação que sigo é a seguinte: &nbsp; &nbsp; &nbsp; 1. Separação por cor e lands Verde / Branco / Vermelho / Azul / Preto / Multicolorida / Incolor / Terreno Uma vez que esteja concluída esta separação, sigo para o seguinte passo dentro de cada cor &nbsp; &nbsp; &nbsp; 2. Tipos de cards Criatura / Aura / Encantamento / Artefato colorido / Feitiço / Instantânea / Planinauta Por fim, depois de ter pilhas de cards já separadas por cor e tipo, sigo para o terceiro passo. &nbsp; &nbsp; &nbsp; 3. Custo de mana convertido Dependendo do tamanho da coleção, é um processo demorado e pode ser desgastante. Mas, se concluir, vai te facilitar muito no futuro. Ao concluir o passo 3, você verá que fica bem mais fácil juntar cópias repetidas de card. Se tiver costume de comprar boosters, jogar selados ou algo do gênero, você provavelmente vai descobrir que tem muito mais cópias do que precisa e de várias comuns e incomuns. Pode acabar descobrindo que tinha algumas preciosidades repetidas e tinha se esquecido completamente. Neste momento, você vai ter diversas pilhas de cartas ordenadas, prontas para serem guardadas em seus devidos lugares. *Divisão em seus fichários e caixas* Com os cards já organizados em pilhas, chegou finalmente o momento de inclui-los em seus fichários e caixas. As comuns e incomuns geralmente são as mais volumosas, mas são também as que devem tomar menos tempo no momento de armazenar. Basta colocá-las nas caixas, com divisórias de papelão separando as mesmas, da forma que achar mais interessante. No meu caso, prefiro usar divisórias para identificar Instantâneas, Feitiços, Criaturas, e uma outra divisória para o restante. Abaixo está um exemplo. [image](https://cardsrealm.com/images/uploads/1574302912.jpg) Já para as raras e bacanas, utilizo os fichários. Sigo na mesma divisão de tipos, mas evitando misturar tipos ou cores diferentes na mesma folha de fichário. Deixo também alguns espaços propositalmente vazios. Estes espaços facilitam o crescimento da coleção com o tempo. Ao final desta divisão, a parte de transição de cores das raras estará parecida com a da imagem abaixo. [image](https://cardsrealm.com/images/uploads/1574302926.jpg) Já os artefatos, mantenho separados por funcionalidade (Equipamentos, Pedras de Mana, Stax etc). Uma área de destaque da coleção, que me facilita muito montar decks para o Atog, é a área de pedras de mana. Todas que possuo estão no mesmo local, e já separadas por cor de mana gerada. *Mantendo a organização* Se conseguiu chegar até aqui, meus parabéns! O foco agora é manter arrumado, porque as cartinhas têm uma natureza caótica. Se você se distrair por 30 segundos, já fica uma zona de novo! O ideal é que, a cada aquisição de novas cartas, seja feita uma separação e organização nos espaços pré-definidos da sua coleção. Você vai ver que é muito mais fácil manter a organização do que fazer esse trabalho todo de novo! Espero que o artigo seja útil e que você consiga manter sua organização. Boa sorte, e até a próxima! Escrito por Felipe Alkaim Referências: <a href="https://www.youtube.com/watch?v=i_-GTp7jwrs ">Vídeo do Elba no Youtube</a> <a href="https://waysto.digital/ways-to-organize-and-catalogue-your-magic-the-gathering-cards/ ">Artigo no waysto.digital</a> <a href="https://www.reddit.com/r/magicTCG/comments/9d35vs/how_do_you_organize_your_cards/ ">Thread de lanadelphox no reddit</a> <a href="https://boardgames.stackexchange.com/questions/5646/what-is-an-efficient-way-to-organize-my-magic-collection ">Respostas de pergunta no stackexchange</a> <a href="https://www.channelfireball.com/articles/getting-organized/">Artigo de LEV OSHEROVICH no channelfireball</a>

Compartilhe:

Profile Main Image

Atog de Toga

Atog de Toga é o maior canal brasileiro de gameplay de Commander mesão. Se inscreva no nosso canal em youtube.com/atogdetoga para não perder nenhum episódio!

Social: FacebookYoutubeInstagram