Profile Main Image

Julio Porto

Pesquisadores consideram Magic: The Gathering o jogo mais complexo

A equipe mediu a complexidade computacional do jogo pela primeira vez, codificando-a de uma forma que pode ser jogada por um computador ou uma máquina de Turing. “Esta construção estabelece que Magic: The Gathering é o jogo de mundo real mais complexo computacionalmente conhecido na literatura”, dizem eles.

Reportagem [link](https://www.technologyreview.com/s/613489/magic-the-gathering-is-officially-the-worlds-most-complex-game/?fbclid=IwAR1Ibj3x670ogdjkXivP4NLiR3In-uHD_4roUbf1cKWIgXWx3paUiNjEQqQ)(feita pela MIT Technology Review) mostra o estudo de Alex Churchill, Stella Biderman e Austin Herrick, respectivamente de Cambridge, Georgia Institute of Technology e da universidade da Pennsylvania. Os pesquisadores analisaram a complexidade do jogo Magic: the Gathering. A equipe mediu a complexidade computacional do jogo pela primeira vez, codificando-a de uma forma que pode ser jogada por um computador ou uma máquina de Turing. *“Esta construção estabelece que Magic: The Gathering é o jogo de mundo real mais complexo computacionalmente conhecido na literatura”*, dizem eles. Complexidade neste caso está ligada ao número de decisões e o entendimento de todas as sequências possíveis do jogo. O trabalho mostra que Magic: the Gathering é significativamente mais complexo, ao ponto que determinar o resultado de um jogo de Magic não é computável.* "Este é o primeiro resultado mostrando que existe um jogo do mundo real para o qual determinar a estratégia vencedora não é computável"*, dizem os pesquisadores. [image](https://img.scryfall.com/cards/art_crop/en/nem/128.jpg?1517813031) Esse é um trabalho interessante que levanta questões fundamentais para a teoria dos jogos. Por exemplo, Churchill e colegas dizem que a principal teoria formal dos jogos pressupõe que qualquer jogo deve ser computável. *"Magic: The Gathering não se encaixa em suposições feitas comumente por cientistas da computação durante a modelagem de jogos"*, dizem eles. Isso sugere que os cientistas da computação precisam repensar suas idéias sobre jogos, especialmente se eles esperam produzir uma teoria computacional unificada dos jogos. Joshua, estudante de mestrado em Design de jogos, no entanto, faz ressalvas sobre as conclusões dos pesquisadores: *"Primeiramente o artigo possui várias limitações sobre o jogo para conseguir chegar nessa conclusão. A primeira e mais crítica restrição é que Magic é um jogo de soma zero, que, para os que não conhecem é um jogo onde a soma dos ganhos e perdas de todas as possíveis estratégias de ambos os jogadores somam zero. Em outras palavras é quando ambos os jogadores tem possibilidades reais de mesmo resultado. Isso é um problema por uma questão fundamental do Magic que é: cada jogador tem seu deck. Um caso clássico Infect vs Tron (modern) se perguntado para a maioria dos jogadores eles responderão que o jogo é do Infect, e realmente é".* Joshua continua com sua análise do artigo: *"Além disso, utilizam de jogadas com o único propósito de fazer a máquina de turing não ganhar (que seria o esperado). Como acadêmico de jogos e jogador de Magic me forço a questionar se isso que eles criaram e experimentaram é realmente Magic The gathering como jogo. Acredito que tenham criado uma condição tão artificial que tenha se afastado da essência do jogo, e por isso acho muito forte considerar o jogo magic the gathering nas conclusões do artigo. Digo que eles descobriram coisas sobre uma máquina computacional criada com regras do Magic, porém não descobriram sobre Magic de verdade."*

Compartilhe:

Profile Main Image

Julio Porto

Ilustrador/Designer da Cards Realm. Jogo Magic desde os 11 anos de idade, quando comecei com o deck de iniciante da sétima edição que vinha com os saudosos Orgg Treinado e Vizzerdrix (que eu achava poderosíssimos!! Hahaha). Venho aqui apenas jogar aquela conversa boa e novidades do Magic.

Social: Instagram

Profile Main Image

Canal Sapeando

Yuuya Watanabe é banido por 30 meses do Magic profissional


Se restava alguma dúvida sobre os motivos da desqualificação de Yuuya Watanabe no II Mytic Championship, essa incerteza ruiu na noite de hoje. Em um breve anúncio, que pode ser visualizado na íntegra [link](https://www.mtgesports.com/news/statement-regarding-yuuya-watanabe)(AQUI), a Liga dos Profissionais de Magic (MPL) deu por encerradas as investigações sobre o caso. [image](https://www.coolstuffinc.com/s3_image.php?img=http://s3.gatheringmagic.com/uploads/2009/12/yuuya-300x199.jpg) Segundo a nota, foram analisadas por múltiplos juízes as provas recolhidas (como shields marcados), assim como as imagens do jogos gravados durante o evento. E o resultado foi: *Watanabe está BANIDO de eventos sancionados por um período de 30 meses, foi removido da MPL e foi removido do tão desejado e sonhado Hall da Fama*. Um anúncio oficial ainda será feito pela própria MPL na próxima semana! Para os mais curiosos, [link](https://cardsrealm.com/artigos/fotos-das-cartas-marcadas-de-yuuya-watanabe)(visite este artigo AQUI), para as imagens divulgadas dos Shields marcados. O que vocês acharam da punição? Deixe nos comentários sua opinião… *Pedro Ivo Franzini – Canal Sapeando* Achou que eu não ia emitir minha opinião? Claro que vou! Nós do Canal Sapeando somos a favor de punições duras o suficiente para que qualquer jogador pense mais de uma vez antes de tentar alguma trapaça.

Compartilhe:

Profile Main Image

Besamat

Conheça o Oathbreaker, uma nova variação do Commander


Digamos que alguém teve acesso a caixa de reclamações e sugestões da comunidade de Commander, estudou como tudo aquilo ficaria e criou o Oathbreaker. Considero essa variação com muito potencial, mas como quaisquer formatos que surgem, sejam eles criados por jogadores ou pela Wizard of the Coast, devem passar ainda pela aprovação dos jogadores. [image](https://i.ytimg.com/vi/nEQpcGMsda8/maxresdefault.jpg) Essa variação de Commander consiste em: • O deck possui 60 cartas e somente uma cópia de cada, exceto terrenos básicos (como no Commander) • Além do comandante na zona de comando, existe um espaço para uma mágica instantanea ou feitiço chamado Signature Spell. • A mágica que estiver no Signature Spell só pode ser jogada se o seu comandante estiver em campo de batalha e a mágica pode voltar para a zona de comando pelas mesmas regras do comandante (vai para o cemitério, é exilada ou embaralhada, você pode optar por coloca-la na zona de comando) • Cada vez que o comandante é retirado da zona de comando, ele custa 2 a mais para ser conjurado. Essa regra também vale para a carta que está no Signature Spell • Você só pode jogar com cartas que tenham a identidade de cores de seu comandante • Cada jogador começa com 20 pontos de vida e não há regras de dano de comandante. Em outras palavras, você não vence se seu Commander der 20 danos no seu oponente. • E sim, aqui qualquer planeswalker poderá ser o seu comandante • Formato possui uma lista de cartas banidas: Ad Nauseam Ancestral Recall Balance Biorhythm Black Lotus Channel Doomsday Emrakul, the Aeons Torn Expropriate Fastbond Gifts Ungiven Griselbrand High Tide Library of Alexandria Limited Resources Lion’s Eye Diamond Mana Crypt Mana Geyser Mana Vault Mox Emerald Mox Jet Mox Pearl Mox Ruby Mox Sapphire Natural Order Painter's Servant Panoptic Mirror Primal Surge Primeval Titan Recurring Nightmare Saheeli, the Gifted Sol Ring Sundering Titan Sway of the Stars Sylvan Primordial Time Vault Time Walk Tinker Tolarian Academy Tooth and Nail Trade Secrets Upheaval Worldfire Yawgmoth's Bargain Sinceramente estou torcendo para que este formato se espalhe pelos seguintes motivos: 1 – Fácil de se adequar a quem joga Commander 2 – Mais econômico (joga com menos cartas) 3 – Partidas mais rápidas por causa de 20 pontos de vida, o que é ideal para o X1 4 – Uma variedade de cartas mais ampla com a liberação do uso de planinautas e mágicas prediletas Com vocês a palavra dos criadores: [youtube](https://m.youtube.com/watch?v=nEQpcGMsda8) Espero que tenham gostado, assim como eu e até a próxima! *Fonte* [link](https://weirdcards.org/oathbreaker)(Weirdcards.org)

Compartilhe:

Profile Main Image

Besamat

Luiz Cláudio de Souza Reis Besamat, personal training, jogador de magic desde 1995, ex-jogador de legacy, atual commandeiro, futuro oathbreikeiro, pauperoso de paixão. Louco pelo magic, suas histórias e todas as suas mudanças.

Social: Instagram